A história de dois lobos e a importância da positividade

- Líderes Empresariais - Apr 23, 2014
Escrito por Carlos Aldan*
 
Viajando recentemente com a família para os Estados Unidos, no estado da Carolina do Norte, visitamos uma reserva indígena da tribo Cherokee. Notei na parede um pôster com a figura de um lobo que me chamou a atenção. Não tanto pelo lobo, mas pelo texto que havia junto à imagem. Trata-se de uma história que um velho avô desta tribo contou para seu neto sobre a batalha que ocorre dentro de nós. 
 
O avô disse ao neto: “Meu filho, é travada diariamente uma batalha entre dois lobos que residem dentro de todos nós. Um deles é mau, que representa raiva, ciúme, dor, arrependimento, arrogância, autopiedade, culpa, ressentimento, inferioridade, mentiras, falso orgulho, superioridade, e ego. Já o outro é bom e representa alegria, paz, amor, serenidade, humildade, bondade, benevolência, empatia, generosidade, verdade, compaixão e fé”.
 
O neto então pensou sobre o que ouviu por um minuto e perguntou ao seu avô: “Sendo assim, qual lobo ganha?” E o velho Cherokee respondeu: “Aquele que você alimentar.”
 
Lembrei-me então de Marcial Losada, um psicólogo social e organizacional brasileiro, residente nos EUA, que criou a chamada “Razão Losada” que é a soma de positividade em um sistema dividido pela soma de sua negatividade.  Uma razão de 3.0 a 6.0 se correlaciona com alto desempenho, alta saúde mental e social. Ou seja, precisamos de pelo menos três emoções positivas para cada emoção negativa para que tenhamos positividade em nosso dia a dia. Saliento ainda que no casamento, a razão é de pelos menos cinco emoções positivas para cada negativa. Consequentemente, temos que fazer um esforço maior para manter a positividade na vida a dois. Portanto, temos que sempre alimentar o lobo bom para encontrarmos equilíbrio. 
 
Trata-se de valorizarmos mais o que já temos, por exemplo, saúde, amigos, família, pequenas e grandes conquistas, bens materiais e atividade profissional, ao invés de desejar possuir o que ainda não temos. Não se trata de querermos menos, de diminuirmos nossas ambições, mas sim, de termos o numerador sempre maior do que o denominador para que tenhamos positividade em nossas vidas.
 
A psicologia positiva nos ensina técnicas potentes para gerarmos emoções positivas e alimentarmos o lobo bom. A demonstração de gratidão é uma das mais eficazes formas de gerarmos emoções positivas conscientemente. Martin Seligman, considerado o pai da psicologia positiva, realizou um experimento de demonstração de gratidão com seus alunos e o resultado foi surpreendente. Os participantes estavam mais felizes ao final do exercício e um mês após. No acompanhamento após o teste, as pessoas ainda se sentiram mais felizes por um período de três a seis meses. 
 
O exercício de gratidão funciona por meio de três passos básicos:
 
1. Pense em alguém que fez algo especial para você e que você ainda não agradeceu o suficiente;
2. Reflita sobre os benefícios que recebeu desta pessoa e escreva uma carta expressando sua gratidão por tudo que ela fez para você.
3. Marque um encontro para entregar a carta pessoalmente ou ler a carta pessoalmente. Converse um tempo sobre o que escreveu.
 
Pessoas felizes são mais longevas, possuem estado e percepção de saúde bons e são mais bem sucedidas em todos os domínios da vida. Vamos alimentar o lobo bom! Assim teremos maior resiliência para suportar as inevitáveis emoções negativas na vida. Se são inevitáveis, e muitas vezes úteis, por que alimentar o lobo mau?
 
Saliento ainda que no casamento, a razão é de pelos menos cinco emoções positivas para cada negativa. Consequentemente, temos que fazer um esforço maior para manter a positividade na vida a dois! 
 
*Carlos Aldan, CEO do Grupo Kronberg, é especialista em Life Coaching pelo Life Coaching Institute e pelo Institute Coaching Federation, filiado à Harvard Medical School. É membro do Conselho Consultivo da Harvard Business Review pelo Institute of Coaching Professional Association. 

Like what you see! Signup for our weekly newsletter

Comments(0)